Evite conteúdo duplicado no seu e-commerce Magento

A atualização do algoritmo de busca do Google, batizada de Google Panda Update, que fez um ano de vida em fevereiro, ainda deixa a grande maioria dos profissionais de e-commerce e SEO de cabelos em pé. O Google Panda Update foi uma modificação no algoritmo do mecanismo de busca do Google e é parte dos esforços contínuos em fornecer aos usuários os resultados de busca com a maior qualidade possível para suas pesquisas, punindo todos aqueles sites que apresentam conteúdos duplicados.

Um site e-commerce é muito propenso a conteúdo duplicado, ouso dizer mais do que qualquer outro. Normalmente, existem diversos tipos de produtos semelhantes, e o sistema de busca interna que pode gerar uma infinidade de resultados, páginas estatísticas, landing pages, site em versão https e http, entre outros detalhes que no final das contas podem tornar uma loja virtual em uma mar de conteúdo duplicado. Vou discutir algum desses detalhes e como resolve-los, focando a resolução na plataforma magento.

O primeiro passo é utilizar o Google Webmaster Tools e ver o que ele tem para nos contar. Lá podemos acompanhar como o Google está indexando nossas páginas e tomar as decisões certas.

Busca Interna

Um sistema de busca interna robusto e funcional é essencial em um e-commerce. Porém a busca pode gerar uma infinidade de resultados e, com certeza, a maioria é conteúdo duplicado.

No magento, os resultados das buscas internas tem url da seguinte forma:

http://<meu.e-commerce.magento.com>/catalogsearch/result/…

Caso você queira algo simples, basta desabilitar em seu robots.txt o caminho “/catalogsearch/” (sem aspas). Porém isso não impede efetivamente a indexação, sendo o mais indicado a utilização da tag NOINDEX. Dependendo da versão do magento que você utiliza, você pode utilizar o módulo do Yoast para implementar meta robots tag em conteúdos específicos.

Caso o módulo não resolva, magento com versão incompatível com o módulo, é possível inserir as tags através dos arquivos xml do seu tema magento. No caso da busca, no arquivo catalogsearch.xml, você pode inserir o seguinte trecho, na seção default:

Sem a indentação que mostrei acima com os espaços, o magento retornará um aviso que o XML é inválido. Vai entender…

Páginas sem conteúdo

Todas as buscas cujos os resultados são vazios, ou seja, não encontraram nenhum produto relevante, retornarão para a mesma página com, no máximo, um título no qual a única palavra que muda é a chave de busca. Todas essas página são duplicadas pois terão urls diferentes devido a própria busca.

Caso você tenha utilizado uma das medidas do item anterior, provavelmente você não terá problemas com as páginas sem conteúdo na sua busca. Mas lembre-se de procurá-las em outros locais. Outro exemplo é um ter várias páginas de FAQ, uma para cada categoria. Caso utilize esse modelo você deve prestar atenção para não repetir conteúdo.

Cononical Tag

O canonical link tem o seguinte funcionamento: somente se a search engine considerar que a página visitada (A) e o link referenciado na tag canonical (B) são relativamente iguais é que ela vai trabalhar, como um redirecionamento, ou seja, transferir os méritos (PageRank, inlinks, etc.) de A (duplicada) para B (versão preferencial).

No magento podemos inserir a canonical tag onde quisermos. Na página de administração, em Sistema -> Configurações ->Catalogo, na aba Search Engine Optimization, e iremos no deparar com as seguintes opções:

Nosso foco são as duas últimas opções: User Canonical Link Meta tag for Categories e User Canonical Link Meta tag for Products. Ativando essas duas opções as categorias e produtos já terão a canonical tag gerada automaticamente. Porém, para inseri-la em páginas CMS (estáticas), basta utilizar o seguinte trecho no layout XML:

Importante: Deve haver um espaço no início da segunda, terceira e quarta linha, que antecede o caractere ’<’. Após alguns testes percebi que, pelo menos na versão 1.5.1.0, sem o espaço, o trecho em XML é tido como inválido.
 

Descrições de produtos

É comum a venda de vários modelos de um mesmo produto em um e-commerce, tome cuidado para não ser repetitivo nas descrições dos produtos, principalmente quando a variação entre eles é pequena.

Caso você utilize o magento, uma forma de evitar descrições duplicadas, é utilizar produtos configuráveis ou agrupados. Um exemplo que gosto é o site da  Seton, que evita esse problema e aglomera o mesmo produto em uma única view . Nesse exemplo é possível ver uma forma interessante de utilizar produtos agrupados, quando normalmente seria utilizados produtos configuráveis.

Descrições criativas e  conteúdo relevante combinados com um bom SEO (meta tags, title e outras técnicas) normalmente geram ótimos resultados. Veja aqui mais dicas sobre descrições de produtos.

Só isso?

Existem muitos outros detalhes e funcionalidades a serem observados no Magento, que ajudam no SEO do seu e-commerce contra conteúdos duplicados. Através do Google Webmaster Tools você poderá identificar alguns problemas, como as páginas com descrições e conteúdos duplicados e trabalhar da melhor forma que escolher.

That’s all folks.

Esse artigo também pode ser visto no ecommercebrasil (http://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/evite-conteudo-duplicado-no-seu-e-commerce-magento/).

CONTATO

Av. Nossa Senhora dos Navegantes, 675
Ed. Palácio do Café - 10º andar
Enseada do Suá, Vitória - ES
CEP: 29050-912

+55 27 3029 9900 
+55 11 3360 9900 
contato@xpd.com.br

Entre em contato conosco.